GOLEGÃ

A Golegã é uma pequena vila rural situada entre os rios Tejo e Almonda.
A presençã humana nestas paragens remonta ao período do Calcolítico Inicial atestada por vestígios de utensílios e construções fortificadas.
Esta povoação nasceu nos alvores da nacionalidade, quando uma mulher natural da Galiza ali se estabeleceu e abriu uma estalagem. A partir daí passou a designar-se Venda da Galega, Póvoa da Galega, Vila da Galega e mais tarde «Golegã».
O cavalo é o ex-líbris da cidade, assim como o touro bravo e o campino.
É na região da Golegã que se localizam as mais prestigiadas e antigas coudelarias de cavalo Lusitano do mundo.
Anualmente realiza-se na Golegã, no início de Novembro, a Feira Nacional do Cavalo, maior feira de cavalos do país, única do seu género no mundo, o que torna a Golegã a Meca de todos os amantes do cavalo Lusitano, conquistando ano após ano, cada vez mais aficionados nacionais e estrangeiros.
A Golegã situa-se a 11km de Torres Novas.

Locais de interesse:
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição
Casa-Estúdio Carlos Relvas
Museu Municipal da Máquina de Escrever

O Complexo Equuspolis onde se insere o Museu de Pintura e Escultura do Mestre Martins Correia, uma Galeria de Arte e um Museu de História do Cavalo.
Centro Hípico Lusitanus
Quinta da Cardiga

TOP