OURÉM

A presença humana em Ourém é muito anterior aos domínios portugueses. O povoado do Agroal (Formigais), bem como as grutas da Lapa dos Furos (Formigais) e do Casal do Papagaio (Fátima), comprovam a ocupação da região desde o Paleolítico. Alguns destes sítios arqueológicos contêm vestígios das épocas históricas sucedâneas, nomeadamente do período romano, durante o qual surgiram as “villae” de Sandoeira (Rio de Couros) e de Coinas (Atouguia).
Na época da reconquista cristã, mais propriamente no ano de 1136, D. Afonso Henriques expulsou os exércitos árabes das terras de “Abdegas” e conquistou o castelo mouro de Auren, cujo nome influenciou a toponímia do concelho; ou, segundo a Lenda da Princesa Fátima, o nome de Ourém resulta de Oureana, o nome cristão de uma moura chamada Fátima (nome que viria a ser atribuído à localidade de Fátima), que se converteu ao cristianismo, depois de se apaixonar por um cristão.
Ourém situa-se a 24km de Torres Novas.

Locais de interesse:
Praia Fluvial do Agroal
– Integra a maior nascente do Rio Nabão, muito apreciada pelas suas águas frias, com fama de serem termais.
Castelo de Ourém
Antiga Vila de Ourém e Porta da Vila ou Porta de Santarém
Paço dos Condes de Ourém
Igreja Matriz de Ourém / Igreja de Nossa Senhora da Piedade
Edifícios das Antigas Prisões / Solar de Baco
Cripta e Túmulo de Dom Afonso
Capela da Nossa Senhora da Conceição
Solar do Administrador dos Condes de Bragança
Museu Municipal de Ourém – Núcleo da Casa do Administrador
Pelourinho
Fonte Gótica
Ponte dos Namorados / Fonte do Ribeirinho
Jardim D. João P. Venancio
Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios de Ourém/Torres Novas (também conhecido como Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios da Serra de Aire ou por Pegadas da Serra de Aire)

TOP